Frete grátis acima de R$700

Enviamos para todo o Brasil!

Seu carrinho

Seu carrinho está vazio

Confira essas coleções:

Eu me namoro: Solteiras também são apaixonadas por si mesmas.

Eu me namoro: Solteiras também são apaixonadas por si mesmas.

O que é a real felicidade?

Dentro da nossa sociedade sempre foi plantada a ideia de que as pessoas só são felizes partindo do momento em que existe uma relação amorosa com um outro alguém.

Esse tipo de pensamento gerou, e ainda gera muita insegurança, por exemplo, os famosos boatos “vai ficar pra titia”, “encalhada” ou a expressão “ ficar de vela”.

A insegurança vai muito além de não engatar em um relacionamento até os 30 anos e “ficar sozinha”, essas imposições fazem com que as pessoas fiquem ansiosas e, de certa forma, desesperadas para encontrar sua alma gêmea. A consequência disso é acabar se machucando no processo.

Por esta razão, você deve ser apaixonada por si mesma antes de pensar em um outro alguém que venha para agregar em sua vida.

Leva tempo para se ter o entendimento de que não é necessário estar em um relacionamento para ser feliz.

Existe tanta dependência do amor alheio em cada esquina que as pessoas acabam se diminuindo ou esquecendo o quão incríveis são.

A vontade desenfreada de caber no mundinho de uma outra pessoa pelo medo de não se sentir amada ou importante para outrem, pode destruir a vida e o equilíbrio emocional de qualquer pessoa.

A grande verdade é que amor não é só sobre namoros e casamentos para o resto da vida.

O amor também é sobre como o seu cachorrinho te recebe saltitante no final de um dia exaustivo de trabalho, é sobre como alguém te admira por ser uma pessoa resiliente ou pode vir de uma amiga que lhe deu o seu doce preferido na TPM.

 

O cerne da questão é que todo mundo é o amor da vida de alguém, mas e se você se dedicasse a ser o amor da SUA vida e a protagonista da PRÓPRIA história?

O que você precisa amar em si mesma?

Olhar para si e se namorar é fundamental para firmar uma melhor relação com a sua autoconfiança.

Você pode começar tirando um tempo para si, indo a um lugar que você ama, ou visitando o seu restaurante preferido, afinal, não existe melhor companhia que a sua para criar uma relação saudável consigo mesma.

Observe as suas qualidades e trabalhe no seu autoconhecimento, pois o melhor investimento que você pode fazer é em si mesma.

 

Se colocar como prioridade é um processo que demanda tempo, pois se colocar em primeiro lugar exige que você deixe muitas coisas e pessoas de lado.

Aprender a reconhecer tudo o que te agrega positivamente e deixar ir tudo aquilo que nos machuca ou já nos machucou em algum momento, pode ser doloroso, mas uma grande oportunidade para reflorescer o seu jardim interior.

Esta atitude valerá a pena no final do dia.

Lembre-se: Se algo lhe machuca, diminui e te faz sofrer, não é e nunca será amor.

Trabalhe as suas fortalezas e otimize a sua energia focando naquilo que te faz bem e que te deixe livre.

Reconheça o seu valor e não esqueça que impor os seus limites também é ser apaixonada por si mesma.

Você batalhou muito para ser a mulher linda e confiante que você é. Você é forte e, finalmente, pode enxergar a sua verdadeira potência.

Postagem anterior
Próxima postagem

Veja também

Rainha Lilian: Da busca pela aceitação ao legado de empoderamento com a De Benguela

Rainha Lilian: Da busca pela aceitação ao legado de empoderamento com a De Benguela

Por Marcos Paulo

"A De Benguela me ajudou a me libertar das opressões e a abraçar quem realmente sou. Meu cabelo agora é uma expressão de mim mesma, sem medos ou inseguranças." Neste relato...

Ler mais
LongBob: Nova coleção de apliques nas texturas Kinky, Coily e Curly em edições limitadas neste mês de julho

LongBob: Nova coleção de apliques nas texturas Kinky, Coily e Curly em edições limitadas neste mês de julho

Por Marcos Paulo

Durante este mês de julho, estamos lançando edições limitadas do LongBob nas texturas Kinky, Coily e Curly. O LongBob da De Benguela é mais do que um simples aplique! Continue...

Ler mais