Frete grátis acima de R$700

Enviamos para todo o Brasil!

Seu carrinho

Seu carrinho está vazio

Confira essas coleções:

Celebrando o Dia da Mulher Negra e Tereza De Benguela

Celebrando o Dia da Mulher Negra e Tereza De Benguela

Reconhecendo e Valorizando Nossas Potências

Em um mundo repleto de histórias inspiradoras e mulheres que desafiaram limites, no dia 25 de julho, celebramos o Dia Internacional da Mulher Negra e de Tereza De Benguela.

Queremos lhe convidar a refletir sobre a POTÊNCIA e o LEGADO deixado por mulheres incríveis, enquanto reconhecemos a importância de enaltecer as qualidades das mulheres negras.

Vamos mergulhar em uma emocionante jornada que destaca e fortalece a autoestima das mulheres negras, ao permitir que se reconheçam em seu cabelo natural.

Essa história também é sua, Rainha!

A De Benguela possui uma história que parte desde a sua fundação até os dias atuais, onde cada mulher negra tem resgatado a sua identidade.

O fato mais intrigante é ver que cada mulher preta é rotulada como um símbolo de luta, de resistência, de mão forte, mas será possível gerar uma percepção mais profunda de si mesma e que impacta de forma diferente?

A De Benguela, não só neste dia, mas diante de todo o trabalho que vem sendo desenvolvido, tem se esforçado muito a trazer o que é BELO, a explorar a LEVEZA, a modelar um sentimento de AUTODESCOBERTA que toda mulher negra deveria fazer.

Ao invés de olharmos sempre as dores, que tal olharmos para as possibilidades?

Qual é a relação da marca De Benguela com a figura de Tereza De Benguela?

Em meio à uma fase de queda capilar pela química e baixa autoestima, nossa CEO, Thaís Ramos, se viu na necessidade de encontrar lojas que vendiam diferentes texturas de cabelos crespos e cacheados naturais.

Recentemente, em entrevista ao site Mundo Negro ela conta:

“Recebi uma mensagem da minha mãe que não mora no Brasil e com quem não tinha me dado nem tempo de conversar, ela dizia: a loja para mulheres negras que você deve abrir deve se chamar Tereza de Benguela, este foi o sonho que eu tive com você essa noite”.

Após fazer uma pesquisa, descobriu que houve uma Rainha negra no Brasil chamada Tereza de Benguela.

Tereza De Benguela, líder quilombola do século XVIII, defendeu negros e indígenas contra a coroa portuguesa, lutando bravamente contra a escravidão.

Clicando aqui, você pode conferir um pouco mais da sua história e suas influências na sociedade e para toda a comunidade negra.

Uma COROA é só mais uma COROA, até que uma RAINHA coloque ela na cabeça.

Ao escolher esse nome para a marca, homenageamos e inspiramos mulheres negras a abraçarem sua identidade e herança cultural.

Falar de empoderamento e autoestima tem sido um campo cada vez mais delicado, pois a gente sempre quer ter boas referências, mas será que conseguimos desenvolver isso de forma mais leve e mais significativa?

Nossas potências não são a força do nosso braço

É fundamental compreender que a força das mulheres negras reside em muito mais do que sua capacidade física.

É justamente esse mesmo questionamento que trazemos a todas:

Qual é a sua potência?

Pra falar a verdade, as pessoas já estão saturadas das ações do dia da Consciência Negra, do tom trágico, da rememoração das situações cheias de gatilhos…

Entendemos que a beleza e o poder das mulheres negras transcendem a aparência física e queremos proporcionar uma experiência transformadora para as nossas Rainhas, fazendo com que se reconheçam e valorizem seu cabelo natural.

As mulheres negras têm desempenhado papéis essenciais e transformadores em muitas áreas da sociedade.

Suas contribuições têm enriquecido nossa cultura, impulsionado a mudança social e inspirado gerações futuras a se reconhecerem como potências.

Qual a importância da compreensão do processo de reconhecimento das potências das mulheres negras?

Mais do que dizer que é essencial e que devemos valorizar tudo isso, é poder visualizar um panorama de longo prazo.

Uma Rainha que reconhece a importância da representatividade e diversidade, se torna uma peça crucial para a construção de uma sociedade mais justa.

Quando uma mulher resolve abraçar suas raízes e aceitar seu cabelo natural, elas estão fortalecendo sua autoestima e empoderamento, reafirmando sua beleza e identidade.

Mês de celebrar a nossa identidade

Reconhecemos a nossa importância nesse processo, proporcionando às mulheres negras a oportunidade de se amarem plenamente, mas sem esquecer que celebrar o Dia da Mulher Negra, é celebrar também a valorização de nossas potências.

Seja no empreendedorismo, na política, na ciência, na arte, no esporte ou em qualquer outra área, as mulheres negras têm deixado um legado inegável.

Que essa celebração seja um lembrete constante de que juntas podemos construir um mundo mais inclusivo e diverso.

Postagem anterior
Próxima postagem

Veja também

6 dicas de beleza para aproveitar o Carnaval em 2024

6 dicas de beleza para aproveitar o Carnaval em 2024

Por Marcos Paulo

O Carnaval chegou e queremos aproveitar com muito brilho, alegria e, é claro, beleza! Se você é uma Rainha que vai cair na folia, eu tenho certeza de que você...

Ler mais
Uma nova textura, um novo site, uma nova experiência

Uma nova textura, um novo site, uma nova experiência

Por Marcos Paulo

Lançamos uma nova textura e nosso novo site, acesse e confira tudo sobre essa novidade.

Ler mais